NPD013. PARA TODOS OS NAIPES, EM ÉPOCA DE QUARENTENA


Para crentes e não crentes que desejam atenuar seus pessimismos provocados por uma pandemia que reestruturará as feições desenvolvimentistas planetárias, até então hedonistas, individualistas, dogmáticas, fundamentalistas, incrivelmente míopes e debiloides, nada enxergantes e desprovidas de atenção para com os reais sinais de decomposição planetária, eu sugeriria a releitura de um livro que muito me retemperou a fé nos finais do século passado:
A ÚLTIMA GRANDE LIÇÃO – O SENTIDO DA VIDA
Mitch Albom
Rio de Janeiro, GMT, 1998, 192 p.
O autor foi aluno de um professor universitário, Morrie Schwartz, reencontrando-o vinte anos depois, quando tomou conhecimento que uma doença terminal o estava findando. E durante 14 encontros trataram de temas fundamentais para a felicidade e realização humana.
De uma forma simples e intensamente comovente, eles registraram reflexões e balizamentos de como se deve portar diante dos infortúnios gerados pela vida.
Um livro que deveria ser lido, em tempos de quarentena, pela família toda, cada um tendo oportunidade de se expressar da melhor maneira possível, sem constranger os mais culturalmente debilitados.