NPD 078. TEXTO INESQUECÍVEL DE UM PSIQUIATRA


Se a vida tem sentido, o sofrimento humano também deverá ter.
Nas conjunturas atuais, onde uma pandemia faz sofrer milhões de pessoas, inclusive mulheres, crianças, idosos e desvalidos, um fortalecimento interior se faz necessário.
E as torturas mentais e físicas sofridas por um psicólogo num campo de concentração nazista merecem ser conhecidas de todos aqueles que buscam fortalecer sua dignidade pessoal.
Recomendo, com a mais ampla sinceridade, a leitura de um livro que me muito impactou o ano, quando o li já na sua 46ª. edição:
EM BUSCA DE SENTIDO: UM PSICÓLOGO NO CAMPO DE CONCENTRAÇÃO, Viktor E. Frankl (1905-1997), São Leopoldo RS/Petrópolis RJ, Sinodal/Vozes, 46ª. edição, 2019, 184 p.
Um testemunho de grande humanidade dado pelo fundador da Logoterapia, denominada “a terceira escola vienense de psicoterapia”, a primeira, da Psicanálise, fundada por Freud, a segunda, da Psicologia Individual, fundada por Adler.
Frankl publicou 32 livros, traduzidos para 27 línguas, incluindo o chinês e o japonês.
Uma obra-prima de observação psicológica, também um testemunho de gigantesca humanidade, capaz de animar pessoas que apresentem sinais perceptíveis de sofrimentos.
A edição cima ainda traz dois adendos: “Conceitos Fundamentais da Logoterapia” e a “Tese do Otimismo”. Leituras que agigantam a dignidade humana, fortalecendo as resiliências indispensáveis para os novos tempos que se aproximam.
Saibamos enfrentar com muita altivez os instantes tenebrosos que estamos vivenciando.