NPD 075. SOBRE OBSCURIDADES POLÍTICAS


Com a efervescência planetária causada pela pandemia do COVID-19, emergiram bostalidades mil nos mais diferenciados setores mundiais, um deles, a política, sofrendo um crescente obscurecimento, já identificado desde alguns anos, quando o desenho da crise já emitia seus primeiros traços.
No Brasil, a crise mobilizou um grupo de analistas capazes de identificar as causas fundantes do fenômeno. E o resultado foi um livro lançado o ano passado:
MUTAÇÕES: A OUTRA MARGEM DA POLÍTICA, Adauto Novaes (org.), São Paulo, Edições Sesc São Paulo, 2019, 360 p.
Alguns dos temas estudados merecem atenção redobrada na conjuntura atual, quando uma obsessão por pesquisas, a maioria delas sem uma mínima consistência técnica amostral, resulta em percentuais estatísticos os mais canhestros. Alguns deles: Democracia e pensamento; Eclipse da política; Utopia, revolução, distopia e democracia, Formas de antipolítica; Golpes democráticos; Despotismo e descivilização; Esquerda/direita; Decadência e niilismo; Democracia e tecnologia digital; Verdade factual; Política e paixão; Em busca da história perdida.
Qual o objetivo dos textos? “Sondar os alicerces da nossa construção democrática, proporcionando subsídios para o trabalho de reimaginar as ações e os modelos políticos na contemporaneidade.”
Mais que nunca, a advertência de Alexis de Tocqueville se torna necessária:
Um novo mundo pede uma nova política !
E nós bem que poderíamos complementar: e novos eleitores mais cidadanizados!!