NPD 050. CENTENARIEDADE À VISTA


A quarta idade, talvez quinta, já está sendo binoculizada por especialistas em Demografia dos quatro cantos do mundo, os dados estatísticos comprovando uma expectativa de vida sempre crescente desde os anos posteriores à Segunda Guerra Mundial.
Para quem deseja estabelecer uma meta centenária de vida, um livro pote de ouro merece ser lido, onde o assunto é tratado de um modo amplamente não hermético, descomplicado, isento de termos complicados e receitas levantativas engabeladoras:
LONGEVIDADE INTELGENTE – COMO SE PREPARAR PARA UMA VIDA DE 100 ANOS
Alexandre Correia
São Paulo, Novatec, 2020, 168 p.
Dividido em três partes – I. Uma breve história da longevidade; II. As dimensões da longevidade inteligente; III. O futuro da longevidade – o livro é da autoria de um demógrafo especialista, professor da Fundação Getúlio Vargas, tendo cursado a Escola Avançada de Pesquisa de Mercado da University of Georgia, Estados Unidos.
Leitor inveterado, Correia certa feita numa livraria de Lisboa, Portugal, indagou de um atendente onde ficava a área de Economia da Longevidade, recebendo a seguinte informação: “Não temos nada sobre esse assunto porque é um nicho demasiado pequeno para atrair o interesse editorial”.
O Alexandre ficou pasmo, porque o segmento não era um nicho demasiado pequeno, pois ele estava num país bastante envelhecido, verificando ainda, na livraria, a grande maioria dos compradores acima da faixa cinquentenária. E concluiu que o nicho ressaltado era apenas invisível, resolvendo se dedicar ao tema, embora reconhecendo que ele não era não atraente quanto analisar tecnologias avançadas ou
startups revolucionários. E resolveu estudar e divulgar a Revolução Prateada por estar preocupado com a ausência, no Brasil, de planejamento e visão de futuro, ameaçado de ser “o primeiro país a envelhecer sem desenvolver uma política social equilibrada”.
Muitos Brasis necessitam, pós pandemia, minimizar suas diferenças sociais e econômicas, sob pena de conviver com um futuro pantanoso