NPD 030. PARA SABER COMBATER O NIMB


A COVID-19, além das inúmeras mortes causadas nos quatro cantos do planeta, provocou, por aqui, a identificação de um NIMB nunca pesquisado antes.
O que é NIMB? Trata-se do NÍVEL IDEOLÓGICO MERDÁLICO BRASILEIRO, identificador das iniciativas grupais e pronunciamentos bosteiros praticados por personalidades dos mais variados calibres, públicos, empresariais e comunitários do país, utilizando elevadas taxas de descriatividade asinina imbecilizante.
Lamentavelmente, os atuais noticiários midiáticos e os programas televisivos reprisados estão ressaltando um NIMB altamente prejudicial às exigências desenvolvimentistas pós pandêmicas, quando o pensar do economista Gunnar Myrdal estará novamente se sobressaindo nos mais diferenciados ambientes analíticos globais: “o pior subdesenvolvimento é o mental.”
Ousaria recomendar três livros que muito atenuariam o NIMB vigente, favorecendo enxergâncias mais binoculizadoras para todos aqueles responsáveis pelas estratégias empreendedoras pós COVID-19. Leituras oportunas que desabestalhariam sobremaneira aqueles que se encontram ideologicamente idiotizados por sectarismos vários amplamente superados nas últimas décadas. E que estão se utilizando de tecnologias ultra revolucionárias para emitir análises e opiniões descabidas, somente aplaudidas pelos dotadas de primários níveis culturais. São eles:
1. DICIONÁRIO DE CONCEITOS HISTÓRICOS
Kalina Wanderley Silva e Maciel Henrique Silva
São Paulo, Contexto, 1ª. ed., 7ª. reimpressão, 2019, 438 p.
Os autores são professores da Universidade Federal de Pernambuco e do Centro Federal de Educação Tecnológica, ambos com PhD em História pela UFPE.
Obra indispensável para compor a biblioteca básica de estudantes e professores, historiadores, sociólogos, filósofos, estudiosos das ciências humanas e lideranças comunitárias democraticamente resilientes.
Alguns verbetes para uma leitura analítica mais reflexiva: Cidadania, Ciência, Classe Social, Cultura, Democracia, Ditadura, Ética, Fascismo, Fundamentalismo, Golpe de Estado, Humanismo, Imperialismo, Liberalismo, Mentalidade, Miliatrismo, Mito, Modernidade, Política, Pós-modernidade, Sociedade, Terrorismo, Trabalho e Violência.
2. CAPITALISMO E PROGRESSO: UM DIAGNÓSTICO DA SOCIEDADE OCIDENTAL
Bob Goudzwaard
Viçosa MG, Ultimato, 2019, 280 p.
O autor é professor emérito de economia e filosofia social da Universidade Livre de Amsterdã, sendo um especialista profundamente envolvido por desenvolvimento internacional, também fazendo parte, como consultor, do Conselho Mundial de Igrejas, do Fundo Monetário Internacional e do Banco Mundial.
Um livro que analisa intensamente as relações existentes entre a cultura ocidental e o contexto espiritual das econômicas dos nossos dias. Uma análise preparatória dos amanhãs planetários, quando a vida econômica não será mais um questão de maximizar serviços e expandir lucratividades.
Uma leitura que muito ampliará os debates sobre os sinais positivos e perversos do capitalismo, favorecendo reestruturações humanísticas mais condizentes com a mensagem deixada do Homão da Galileia, nosso Irmão Libertador.
3. RISCOS E OPORTUNIDADES NO NOVO MILÊNIO
Boris Tabacof
São Paulo, Contexto, 2020, 128 p.
O autor, baiano graduado em Engenharia pela Universidade da Bahia, tendo sido Secretário da Fazenda da Bahia, transferindo-se para São Paulo, onde participou de entidades representativas do empresariado paulista.
Segundo ele, a humanidade avançou muito em termos tecnológicos, olvidando-se das iniciativas que traduzissem bem-estar para toda população. Ele mostra os desafios e as oportunidades para enfrentar o atual século XXI, mormente após a crudelíssima pandemia mundial.
Reflexões que estão a merecer enxergâncias solidárias das mais efetivas.