facebook
Aumentar fonte  Diminuir fonte  Indicar esta página  Imprimir esta página
PROFESSOR DE ESPIRITUALIDADE
Inúmeros brasileiros estão se sentindo desconfortáveis num país aviltado por uma estupenda crise multifacetária: política, econômica, social, cultural, educacional e moral. E estão buscando um sentido para suas caminhadas terrestres, ampliando suas resiliências para obtenção de uma paz comunitária nunca cemiterial, saindo das apatias, desesperanças e desilusões proporcionadas por dirigentes inapetentes.
 
Parabenizo os portadores dessas desconfortabilidades, sintomas positivos de busca de alternativas existenciais compatíveis com o trinômio Solidariedade x Criticidade x Amor, sem perder a ternura e afastando as tremuras dos faniquiteiros que desenobrecem a brasilidade. Para maior efetividade da estratégia resiliencial adotada, recomendaria entusiasmado tomar conhecimento das reflexões de um monge católico chamado Irmão David Steindl-Rast, da Ordem Beneditina, altamente apropriadas para os que estão buscando alicerçar-se numa espiritualidade que faça sentido numa conjuntura XXI repleta de cinismos, fingimentos e hipocrisias religiosos em todos os quadrantes do mundo. Com algumas posturas escandalosamente mais ilusionistas que outras, todas distanciadas léguas do transmitido pelo Credo Apostólico, um guia atemporal e universal que plenifica e dá sentido à Vida, favorecendo significados duradouros para quem deseja abrir-se para solidariedades comunitárias.   
 
O primeiro livro lançado no Brasil do Irmão David Steindl-Rast, possuidor de um trabalho memorável  que promove o diálogo entre as fés mundiais através da prática espiritual da gratidão, foi recentemente editado pela editora É Realizações: Além das palavras: vivendo o credo apostólico, prefaciado por Sua Santidade o Dalai Lama. No testemunho do artista sacro Cláudio Castro, “o homem de hoje, desabituado à linguagem do Sagrado e não dando sentido à vida pelo excesso de apelos externos, encontrará no livro Além das Palavras o frescor, a harmonia e a beleza que fluem da Tradição e de culturas milenares.”
 
Os leitores do livro do Irmão David Steindl-Rast seguramente se fortalecerão no diálogo inter-religioso, tornando-se mais abertos às diferenças e livres dos preconceitos mistificadores, favorecendo a emersão dos corações para o Alto, onde todos encontrarão acolhimento amoroso nunca discriminatório. 
 
O primeiro parágrafo do prefácio de Sua Santidade o Dalai Lama deveria estar fixado em todos os portais religiosos do planeta: “Onde quer que vivamos e seja qual for a nossa fé ou nenhuma, temos o desejo de viver a vida plenamente, para sermos melhores e aprimorarmos as vidas daqueles que amamos. E, independentemente do lugar em que surgiram, todas as tradições religiosas mais importantes são iguais na sua capacidade de ajudar os seres humanos a viver em paz uns com os outros, consigo mesmos e com seu meio natural”.
 
Que todos aprimorem sua transdenominacionalidade religiosa, pavimentando mais a convicção de que estaremos integrados à Casa do Pai no final dos tempos das reencarnações vivenciadas. 
 
(Publicada em 30.05.2016, no Jornal do Commercio, Página Religião, coordenada pela jornalista Carmen Peixoto) 
Fernando Antônio Gonçalves
 

Site criado com o sistema Easysite Acadêmico da eCliente.
ECLIENTE INFORMÁTICA