facebook
Aumentar fonte  Diminuir fonte  Indicar esta página  Imprimir esta página
PERNAMBUCO, NORDESTE

Tenho um orgulho pra lá de arretado de ser nordestino, nascido em Natal em tempos de Segunda Guerra, de família pernambucana. E gosto que me enrosco quando vejo a região se destacando no cenário nacional, vibrando sempre com os feitos e fatos pernambucanos, desta terra de altos coqueiros, pernambucanizado e recifensizado que sou.

As notícias do todo regional são motivos de múltiplas alegrias, mesmo as aparentemente despretenciosas, aquelas que não são manchetes da mídia, hoje mais preocupada em vender que em noticiar com serenidade crítica os pontos altos e os menos alvissareiros de um Brasil que hoje é bem mais conhecido internacionalmente que apenas futebol, praias e bundas.

Enumero, abaixo, algumas notícias que muito me tocaram nos últimos dias. E que bem mereciam mais destaque nos noticiários da região:

1. O Prêmio Camões, o mais prestigioso da literatura em língua portuguesa, concedido ao poeta Ferreira Gullar, maranhense de muito bom caráter, já indicado em 2002 para o Prêmio Nobel de Literatura. Um prêmio de 100 mil euros e o reconhecimento de toda comunidade lusófona. Para quem ainda não sabe, Ferreira Gullar é o nome artístico de José Ribamar Ferreira, nascido em 10 de setembro de 1930, São Luís, quarto filho dos onze do casal Alzira Ribeiro Goulart e Newton Ferreira. Nas comemorações próximas dos seus 80 anos, Gullar estará lançando um livro inédito de poesia, “Em Alguma Parte Alguma”. Suas últimas opiniãos, concedidas à Folha de São Paulo na útima quarta-feira, 2 de junho, merecem reflexões de todos aqueles que buscam uma cidadanização consequente. Uma amostra: “Eu nunca tive medo de pensar por mim mesmo” ... “A fúria fundamentalista só conduz ao erro” ... “Acho sexo uma coisa maravilhosa, mas não fico pensando muito nisso. Penso mais sobre arte, política. Sexo eu não penso, eu faço”.

2. A espetacular vitória do diplomata Geraldo Cavalcanti na Academia Brasileira de Letras, para ocupar a cadeira 29, vaga desde a eternização do bibliófilo José Mindlin, foi uma vitória maiúscula de Pernambuco, terra de bravos guerreiros, alva estrela que fulge e não finda. Aos 81 anos, diplomata por quatro décadas, ele atuou como embaixador em cidades como Genebra, Moscou e Washington.

O novo imortal também foi laureado, em 1998, com o prêmio Fernando Pessoa, tendo sido ainda premiado pela própria Academia Brasileira de Letras, em 2006. Sua obra mais recente é o livro de memórias As Desventuras da Graça, Record, 2010, onde narra panoramicamente a formação dos seus vinte primeiros anos.

3. A visita feita pelo Conselho Estadual de Educação de Pernambuco a duas unidades do SESC, Belo Jardim e Caruaru, promovida pelo presidente do SESC-PE Josias Albuquerque, teve um momento adicional de muita emoção. Quando da visita à Escola Municipal Josélia Florêncio, em Caruaru, servindo de anfitrião o Conselheiro Paulo Muniz, também Secretário Municipal de Educação, gestão José Queiroz.

A exposição feita pela professora Sandra Lúcia merece ser aqui sintetizada, servindo de exemplo para todos aqueles que fazem da Educação um porta-estandarte existencial: em agosto de 2008, a Escola foi contemplada pelo MEC com uma sala de recursos multifuncionais; a professora Sandra foi indicada pela gestora da escola para supervisionar as atividades da sala; observando um edital de concurso no site do MEC, iniciou a coleta de material para o desenvolvimento das atividades, que consistia na inclusão de uma aluna com deficiência múltipla, 12 anos, que ainda não tinha frequentado escola, “como se ela não tivesse direito à educação escolar”.

Resultado da iniciativa docente: a aluna, hoje, frequenta regularmente o segundo ano, encontrando-se em processo de alfabetização, surpreendendo seus pais e professores. E já utiliza diversos equipamentos da  Tecnologia Assistiva, como álbum de comunicação alternativa, plano inclinado, engrossadores de lápis e caderno com pautas ampliadas. Antes da escolarização, Camila ficava o dia inteiro deitada em casa, pois não conseguia nem mesmo sustentar seu próprio corpo.

Com o método aplicado, a aluna também evoluiu no aspecto cognitivo, melhorando  os movimentos de apreensão e a coordenção motora fina, ficando evidenciada a importância da metodologia aplicada para alunos com deficiência múltipla.

Escola, aluna e professora foram premiadas pelo MEC, em solenidade acontecida na Capital Federal, juntamente com outras iniciativas relevantes do Brasil inteiro.

Parabéns para a Escola Josélia Florência, para a professora Sandra, para a aluna Camila, a grande vitoriosa, para o secretário Paulo Muniz e para o prefeito José Queiroz. E para Caruaru inteira, de Mestre Vitalino, José Condé e Austregésilo de Ataíde, este último autor de uma recomendação memorável: “Quem sofre com serenidade sofre pela metade; quem muito se desespera multiplica a dor”.

3. O tombo brabo levado pelo meu amigo fraterno Marcos Vinicios Vilaça, que lhe vai causar um “estágio de cama” de dois meses, deve ser visto sob o ângulo da mais ampla positividade. Já imaginaram as iniciativas que o Marcos Vilaça irá bolar em sessenta dias de repouso obrigatório? Se ele já era um danadão criativo na Academia Brasileira de Letras e em outras localidades mundão afora, imagine com a “paradinha” que não se encontra proibida pela Fifa! Que a sua recuperação rápida proporcione inúmeras idéias sementeiras, coincidindo com a chegada de mais um pernambucano notável na ABL.

4. A nova sede da Secretaria de Educação do Estado de Pernambuco, na Várzea, é realidade concreta em pedra e cal, depois de décadas de sonho acalentado por muitos. De parabéns o governador Eduardo Campos pelo impulso dado à Educação Pernambucana. Capacitação e desenvolvimento econômico são irmãos siameses, numa interdependência  energética que deverá alavancar promissores amanhãs para toda gente Leão do Norte, “sentinela indormida e sagrada que defende da Pátria os lauréis”.

PS. Parabéns ao prefeito João da Costa, que não é nenhum Pelé, mas fez um gol de placa na Tamarineira.

(Portal da Revista ALGOMAIS, 07/06/2010, Recife – PE)
Fernando Antônio Gonçalves

 
 

Site criado com o sistema Easysite Acadêmico da eCliente.
ECLIENTE INFORMÁTICA