facebook
Aumentar fonte  Diminuir fonte  Indicar esta página  Imprimir esta página
NOTAS DO MERALDO
 O escritor e psicanalista Meraldo Zisman, quase um paizão do Arão Parnes, irmão caminheiro de quem pretendi ser, há trocentos anos, um cunhado de mesmo, me presenteia com seu último livro Desculpe Qualquer Coisa – crônicas de um médico judeu pernambucano, edição Livro Rápido, Olinda. 

Coletânea de crônicas publicadas nos últimos anos, o livro chama a atenção por uma série de acréscimos feitos pelo autor ao final de muitas das suas crônicas, todas elas didaticamente convincentes, para serem lidas, relidas, apreciadas e direcionadas para os hojes sedutores de um  século inquieto, de múltiplos consumismos e incompreensíveis postura hedonistas.

Para ampliar, nos leitores deste site muito aplaudido, o desejo de ler o livro do Meraldo de cabo a rabo, reproduzo algumas das suas reflexões, ele um sempre interessado pelos seres humanos, também amigão de um cão Labrador batizado de Sócrates, que passa longe de qualquer veneno:

1. Disse o poeta Gabriel Garcia Márquez que “envelhecemos quando deixamos de nos apaixonar”. Pura verdade. Porque quando nos apaixonamos pela vida, saboreando cada instante como um sorvete em dias de 40 graus, ampliamos a capacidade de observar, contemplar e nos deliciar com ela.

2. Discursos de púlpitos e palanques soam belas peças de retórica, não passam de hipocrisia dos detentores dos poderes religiosos ou políticos, com “p” minúsculo.

3. Zumbi é hoje, para a população brasileira, um símbolo de resistência. Em 1995, a data de sua morte (20 de Novembro 1695) foi adotada como o dia da Consciência Negra.

4. A denominada globalização, na prática, é marcada pelo predomínio dos interesses financeiros, pela desregulamentação dos mercados, pelas privatizações das empresas estatais e pelo abandono do estado de bem-estar social.

5. A América Latina está saindo da era do realismo mágico, tão bem narrado por Gabriel Garcia Márquez, para cair na farsa do Bolivarismo ou o novo caudilhismo do século XXI.

6. De qualquer maneira é bom lembrar: abandonar ou maltratar animais é crime! Pena: 3 meses a 1 de detenção e multa (Lei Federal  9605/98)

7. Um médico que sabe de medicina exclusivamente, nem da Medicina conhece.

8. O Brasil possui riqueza cultural para ajudar as crianças se livrarem da domesticação do Mercado: modo de destruição consumista que aprisiona as mentes em formação e os adultos também.

Ler o livro do Meraldo me fez um bem arretado. Principalmente nesta de eleições municipais, quando o Povo Brasileiro terá a oportunidade de se livrar de muitos vereadores salafrários e um bocado de bundões demagogos, que se fingem de povo, mas que do povo só querem os trocados dos seus bolsos, sendo também nepóticos por oportunismo e ainda muito ausência de cidadania auditora do eleitorado pátrio.   
 
(Publicada em 17/09/2012, no Portal da Revista ALGOMAIS, Recife – PE) 
Fernando Antônio Gonçalves
 

Site criado com o sistema Easysite Acadêmico da eCliente.
ECLIENTE INFORMÁTICA