facebook
Aumentar fonte  Diminuir fonte  Indicar esta página  Imprimir esta página
FRASES GENIAIS
Tenho um vício desde a juventude: o de gostar de bater papo com gente antenada, que sabe das coisas e possui uma visão descomprometida com os ontens e anteontens bolorentos, aqueles que causam uma hidrocele crescente profundamente inconveniente, indisfarçável ao extremo.
 
Outro dia, depois de uma longa temporada, visitei o João Silvino da Conceição, que estava trabalhando numa propriedade agrícola na Paraíba, por empreitada. E fui recebido por Dona Conceição, sua mulher, sete arrobas bem distribuídas e com pouca elasticidade mamária, setentona experiente, mente livre e sempre solta, nenhuma flacidez abdominal, muitos quilômetros bem dados, serenidade lindona, sem as louracidades artificiais das que só sabem raciocinar rabolatricamente.
 
E o Silvino estava à minha espera folheando o livro Frases Geniais, do Paulo Buchsbaum, Rio de Janeiro, Ediouro, 2004, 438 p. Para que pudéssemos escolher as 10 mais cutucadoras, aquelas que beliscam o interior da gente, desabestalhando-nos quase por inteiro, deixando-nos com uma vontade danada de quero-mais-outra, para aprimorar-se um cadinho mais na direção de uma cidadania que está a exigir de nós um alerta gigante diante das patifarias crescente que estão sendo praticadas por um monte de gente de paletó e gravata, com cínicos ares de seriedade e mentes recheadas de conteúdos similares aos triturados pelos intestinos, que vomitam falas merdálicas enfaticamente catingosas.
 
Depois de umas boas três horas de guaranás e cachorros-quentes deliciosos, vistas e revistas muitas páginas, escolhemos as vitoriosas, aqui explicitadas sob aprovação da família do João Silvino e mais alguns vizinhos achegados, também participantes das deliberações. Ei-las:
 
1. “Gerenciamento é a eficiência em subir a escada do sucesso; liderança é verificar se a escada está apoiada na parede certa”  (Stephen R. Covey, empresário e escritor americano)
 
2. “Não quero puxa-sacos perto de mim. Quero gente que me diga a verdade, mesmo que isso lhe custe o emprego” (Samuel Goldwyn, produtor de cinema, polonês)
 
3. “A tendência da burocracia é achar objetivo em qualquer coisa que se esteja fazendo.” (John Kenneth Galbraith, economista canadense, escritor)
 
4. “Necessidade nunca faz uma boa barganha” (Benjamin Franklin, americano, cientista político, filósofo)
 
5. “Um idiota pobre é um idiota, um idiota rico é um rico” (Afrânio Peixoto, brasileiro, romancista, ensaísta)
 
6. “Um povo ignorante é instrumento cego de sua própria destruição” (Simón Bolívar, general venezuelano)
 
7. “Reconheça sempre que indivíduos são fins e não os use como meios para seu fim” (Immanuel Kant, alemão, filósofo)
 
8. “Meios poderosos, mas objetivos confusos: essa é a nossa época” (Alberto Einstein, alemão, físico)
 
9. “Eu sou eu e o que me cerca. Se eu não preservar o que me cerca, eu não me preservo” (José Ortega y Gasset, espanhol, filósofo)
 
10. “Ensinar como viver com incerteza, mas sem ser paralisado pela hesitação, é talvez a principal coisa que a filosofia pode fazer.” (Bertrand Russell, galês, matemático e filósofo)
 
Depois de escolhidas as frases amplamente debatidas pelos presentes, fomos almoçar um sarapatel daqueles, feito a capricho pela dona da casa, numa mesa de doze lugares, onde se assentaram gente da casa e alguns vizinhos admiradores do Silvino.
 
Apreciando um pudim de laranja, minha sobremesa preferida, indaguei do João como andavam suas leituras últimas, posto que sua fama de devorador de livros era conhecida nas redondezas, ele sempre crivado de perguntas quando cercado de amigos e gente da sua estima. E o João foi buscar umas anotações feitas em papel almaço, do próprio punho, contendo reflexões de personalidades várias, três das quais estão abaixo transcritas com sua expressa permissão:
 
a. “O homem plenamente espiritual, que vive no mundo sem ser do mundo, é o único fator capaz de realizar algo de positivo e benéfico em prol da humanidade. ... O egoísta não pode lançar-se corajosamente, de corpo e alma, ao oceano imenso do reino de Deus, às ondas bravias de uma causa comum, porque tem de calcular meticulosamente e especular sagazmente, a ver se este  ou aquele  serviço que vai prestar a seus semelhantes não venha a ser um desserviço para seus interesses individuais ou à política estreita da sua família ou grupo social.” (Huberto Rohden (1893-1981), brasileiro, filósofo sem vinculação a nenhuma igreja, seita ou partido político, dirigente do movimento espiritual mundial Alvorada, cujo livro Em Comunhão com Deus integra uma das leituras preferidas do João Silvino)
 
b. “Que ninguém por ser jovem hesite em filosofar; nem por ser velho de filosofar se canse. Pois ninguém é jovem ou velho para a saúde de sua alma” (Epicuro, Carta a Menelau, IN: Uma história descomplicada da filosofia, Fernando Savater, SP, Planeta do Brasil, 2015, 264 p.)
 
c. “Tenha confiança em suas capacidades, e caminhe sem temer os obstáculos. Você pode vencer! Você vai vencer! Corresponda à confiança que Deus depositou em você, quando  lhe entregou as capacidades de que dispõe, para que você as desenvolvesse e pusesse em prática.” (Torres Pastorino, Minutos de Sabedoria, Petrópolis RJ, Vozes, 2015, 190 p.)
 
A lição final ficou por conta do Sócrates, o filósofo danadão grego, para quem viver bem é necessário ter virtude, esta se caracterizando por uma mistura de força (para vencer as dificuldades) e de capacidade para saber o que é o melhor a fazer em cada caso. Virtude e saber, tudo a ver, arrematou Silvino com um sorriso arretadamente ótimo, ao lado da sua inspiração de muitos anos.
(Publicado em 09.10.2017 no site do Jornal da Besta Fubana (www.luizberto.com) e em nosso site www.fernandogoncalves.pro.br.)
Fernando Antônio Gonçalves
 
 

Site criado com o sistema Easysite Acadêmico da eCliente.
ECLIENTE INFORMÁTICA